Tudo sobre o AGLOCO

terça-feira, 2 de janeiro de 2007

AllAdvantage: o antecessor do AGLOCO revisitado



Para dar prova do AGLOCO ser genuíno, acho importante dar uma olhada à primeira versão desta empresa - o AllAdvantage.com.

A companhia AllAdvantage.com foi lançada o 31 de março, 1999. Sendo a primeira empresa "informediária" na qual as companhias e os surfistas beneficiariam mutuamente, rapidamente veio a ser muito famosa. Como pode ver, até os carros tinham anúncios da companhia imprimidos para todos verem. Dentro de pouco tempo, AllAdvantage.com era um das 20 sites mais visitados na rede inteira e mais de 10 milhões de pessoas se inscreveram.

O programa funcionava através do Viewbar, um software carregado do site que observava os hábitos do usuário, mostrando anúncios relacionados ao conteúdo das páginas visitadas. Era a melhor maneira para as grandes companhias atingirem a gente direitamente com ofertas relevantes.

O sucesso esmagador do AllAdvantage devia-se também ao sistema de referências estabelecido para animar a difusão do programa. Cada usuário recebeu um código pessoal (pode-se ver um exemplo na parte traseira do carro acima) que se empregaria para obter créditos de referência. Cada pessoa referida resultou num aumento, e aliás, as pessoas referidas pela primeira pessoa referida também aumentariam a renda do usuário original, e assim sucessivamente até 5 níveis debaixo do usuário

Como pode ver, isto resultaria numa formosa soma de dinheiro para quem se aproveitou. Em menos de dois anos, o AllAdvantage.com tinha pago mais de $120 milhões em cheques assim aos leais usuários do programa. Então porque é que esta maravilhosa empresa de repente deixou de existir?

A resposta tem a ver com as condições do mercado de tecnologia nos E.U. no ano 2000. Naqueles dias, todo o mundo tinha delírios de grandeza sobre a Internet e a promessa do comércio eletrónico. Uma companhia sem lucro algum podia atrair gigantescas inversões por simplesmente existir. Finalmente, esta loucura começou a fundir-se aos investidores se darem conta que não havia nada apoiando o boom. Subitamente, ninguém se atrevia a investir. Naquele momento, o AllAdvantage.com estava a ponto de tornar público (planejaram-se a oferta pública inicial para os primeiros meses de 2000) mas era tarde demais. Após uma queda livre no mercado, o AllAdvantage.com foi forçado a fechar as suas portas.

Com o surgimento do AGLOCO, a história se repete. Mas como é que se pode ficar seguro que vai sobreviver esta vez?

No ano 2000, a Internet era jovem. O potencial dela era formidável, mas longe de madureza. O desenvolvimento de programas assim também não tinha nada de antecessor; tudo foi feito voando a 10.000 km/h. Ninguém sabia ainda qual seria a melhor maneira para lançar uma campanha de anúncios, pois havia muito pouca informação sobre os hábitos dos surfistas. Naquele tempo, nada era estável. Tudo era êxitos e fracassos enormes.

Atualmente é diferente. Há organizações na Internet, como Google, Wikipédia, IMDB.com (base de dados de filmes), Adobe, etc. que estão para ficar. Não é possível mais lançar uma empresa e torná-la numa dos mais grandes companhias do mundo dentro de duas semanas. Também, tenha em consideração que pelos anos a Internet se expandiu rapidamente, de maneira que agora o mercado para uma tal empresa é muito maior que antes. Finalmente, todos temos tido tempo para aprender dos erros da última vez. A comunidade da Internet é mais madura, mais sagaz, e mais inteligente que antes, portanto mais pronta para a volta deste modelo de comércio. Ganhe a sua parte já!

Se estiver pronto/a para participar, clique aqui.
Ou pode voltar à página principal.